sábado, 30 de outubro de 2010

Caricatura de "Jimi" Hendrix



( Clicar para aumentar)

"James Marshall "Jimi" Hendrix (nascido Johnny Allen Hendrix; Seattle, 27 de novembro de 1942 – Londres, 18 de setembro de 1970) foi um guitarrista, cantor e compositor norte-americano. Frequentemente é citado por críticos e outros músicos como o maior guitarrista da história do rock, e um dos mais importantes e influentes músicos da sua época, em diferentes diversos géneros musicais. Depois de obter sucesso inicial na Europa, conquistou fama nos Estados Unidos depois da sua "performance" em 1967 no Festival Pop de Monterey. Hendrix foi a principal atração, dois anos mais tarde, do icónico Festival de Woodstock e do Festival da Ilha de Wight, em 1970. Hendrix dava preferência a amplificadores distorcidos e crus, dando ênfase ao graves e aos agudos, e ajudou a desenvolver a técnica, até então indesejada, da microfonia. Hendrix foi um dos músicos que popularizou o pedal wah-wah no rock popular, que ele utilizava frequentemente para dar um timbre exagerado aos seus solos, particularmente com o uso de bends e legato baseados na escala pentatónica. Foi influenciado por artistas de blues como B.B. King, Muddy Waters, Howlin' Wolf, Albert King e Elmore James, guitarristas de rhythm and blues e soul como Curtis Mayfield, Steve Cropper, assim como de alguns artistas do jazz moderno. Em 1966, Hendrix, que tocou e gravou com a banda de Little Richard de 1964 a 1965, foi citado como tendo dito: "Quero fazer com minha guitarra o que Little Richard faz com sua voz." (...)

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

A Dignidade ou falta dela



Este é o meu contributo para o certame/exposição : Dignidade .

 As brincadeiras em torno da estátua da liberdade são algo recorrentes, mas numa altura em que a primazia atribuída ao Ter e ao Parecer em detrimento do Ser, assume particular importância, pareceu-me ser adequado parodiar esta espécie de Império do economicismo global.

 As brincadeiras; os malabirismos e as especulações financeiras de uma elite, nomeadamente de Wall Street, podem  infelizmente, provocar crises à escala planetária com consequências por vezes imprevisíveis e devastadoras para as economias dos países mais frágeis e periféricos . Ontem, como hoje, a corda parte sempre no ponto mais fraco.

Exposição Internacional de "Cartoon"- DIGNIDADE



"A FECO Portugal - Associação de Cartoonistas em parceria com a Amnistia Internacional, organizam pela segunda vez uma Exposição Internacional de Cartoon, desta vez sob o tema "Dignidade". São mais de 100 autores de 37 países, com uma participação portuguesa significativa. "
Para mais informações consultar o "site ": http://fecoportugal.blogspot.com/

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

domingo, 3 de outubro de 2010

Caricatura de Sean Connery



Sir Thomas Sean Connery (Edimburgo, 25 de agosto de 1930) é um actor britânico, nascido na Escócia. É famoso desde a década de 1960 pelo papel no cinema do agente secreto do MI-6 britânico, James Bond, criado pelo escritor Ian Fleming.

Nestes mais de quarenta anos de estrelato, Connery construiu uma sólida carreira cinematográfica após deixar o personagem de 007 em 1971, estrelando filmes importantes e populares nos anos seguintes como O Homem que Queria Ser Rei, O Nome da Rosa , Os Intocáveis e Caçada ao Outubro Vermelho , entre outros. Pela  contribuição dada às artes cinematográficas e ao Império Britânico, foi sagrado Sir pela Rainha Elizabeth II em 2000, apesar de ao longo de toda a vida ter lutado pela causa da independência da Escócia do Reino Unido.