quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

O tempo da União europeia está a esgotar-se?

Segundo alguns historiadores ou pseudoprofetas catastrofistas, o fim dos tempos estará próximo, isto, de acordo com a interpretação livre do calendário da civilização Maia.


“O calendário Maia acaba em 2012 e uma estranha série de previsões de eventos terríveis (colisão de meteoros e planetas com a Terra, fenómenos “paranormais” sobre o fim do mundo em 2012, aliados a problemas reais de conservação do nosso planeta como o efeito de estufa) parecem convergir para uma presumível destruição da humanidade no ano que se aproxima. “

Penso que o único terramoto que poderá ocorrer de características “apocalípticas” é o fim da União Europeia, tal como a conhecemos.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Renas em greve

As renas revoltaram-se contra o despotismo e autoritarismo do pai natal, já não se usa trabalhar 24 horas seguidas, ainda por cima, na noite da Consoada.


Sobre algumas renas, nascidas em solo pátrio, paira de novo o estigma da emigração, ainda assim, desejo BOAS FESTAS a todos!

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Tostão furado

"Caixa, Santander Totta, BES, BPI, Espírito Santo Financial Group, BCP, Montepio e Banif foram alvo de ‘downgrade’ pela Moody’s.




"O corte no ‘rating' dos oitos bancos reflecte a fraca capacidade do Governo em ajudar os seus bancos", explicou Maria-Jose Mori, analista da Moody's que acompanha a banca portuguesa.



O ‘downgrade' na banca vem por arrasto do corte de ontem em dois níveis do ‘rating' atribuído pela Moody's à República Portuguesa, de ‘Aa2' para ‘A1'.



O impacto não foi, contudo, idêntico para todos os bancos. Caixa, Santander Tottal, BES, BPI e Espírito Santo Financial Group viram a sua classificação de dívida cair em um nível. Já o BCP, o Montepio e o Banif sofreram um ‘donwgrade' de dois níveis.



Os cortes menos acentuados nas classificações do Totta, do BES e do BPI são justificados pelo seu ‘rating' mais elevado e pela flexibilidade financeira intrínseca destes bancos.



BES, Espírito Santo Financial Group, BPI, BCP e Banif, continuam com outlook negativo, o que indicia a possibilidade de novo corte de 'rating' nos próximos 12 meses.



O ‘rating' influencia directamente o custo de financiamento das empresas e dos próprios estados, pelo que este ‘downgrade' poderá dificultar ainda mais o acesso ao crédito por parte dos bancos."

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Caricatura de Alfredo Marceneiro

Numa altura em que o nosso fado foi classificado património imaterial da humanidade, vem a propósito homenagear essa figura incontornável e castiça do fado e da vida boémia lisboeta de outros tempos.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Manoel de Oliveira faz 103 anos

São poucos, aqueles, que em termos de idade, ultrapassam os dois dígitos. São ainda mais raros os que ultrapassando um século de vida, apresentam a clarividência; a fluência de ideias e o discurso, do multipremiado cineasta português. A caricatura que aqui apresento é uma espécie de versão melhorada, de uma outra, realizada há três anos.


Longa vida ao mestre!

sábado, 10 de dezembro de 2011

Direitos Humanos

A FecoPortugal – Associação de Cartoonistas e a Amnistia Internacional – Portugal são co-organizadoras de uma exposição internacional de cartoon, que tem por tema e título: DIREITOS HUMANOS.




Esta iniciativa pretende assinalar os 50 anos de Amnistia Internacional no mundo e 30 anos de Amnistia Internacional em Portugal.
  O "cartoon" que encima este "Post" é a minha participação no evento em causa e foi publicado recentemente na revista da Amnistia Internacional.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

O beijo da cimeira dos bruxos de Bruxelas



Esta montagem que pode ser chamada, O beijo dos namorados da cimeira de Bruxelas, onde os bruxos e as bruxas vão decidir das nossas vidas, é baseada numa das mais famosas fotografias de um beijo do mundo.




A foto, tirada com uma Leica, é do francês Robert Doisneau. O casal de namorados: Françoise Bornet e Jacques Carteaud.



Doisneau estava na Praça do Hotel de Ville, em Paris, em 1950, procurando... material para um trabalho sobre os namorados da cidade, encomendado pela revista norte-americana America's Life.



Ao avistar o dito casal, que passeava com ar romântico, Doisneau pediu-lhes uma pose apaixonada: os dois  beijaram-se e Doisneau ficou famoso para sempre.



Em 2005, Françoise Bornet, então com 75 anos, levou a  leilão um dos originais da fotografia: um milionário suíço  arrematou-a por 155 mil euros.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

A censura ataca de novo, mas é travada



"O tribunal Judicial do Funchal absolveu Eduardo Welsh do crime de difamação por abuso de liberdade de imprensa, de que era acusado pelo Ministério Público, por ter publicado uma fotomontagem do presidente do governo regional da Madeira, Alberto João Jardim, com as vestes de Hitler, na capa do quinzenário “Garajau”, de que era director.



A sentença lida pelo juiz Jorge Alexandre da Silva, considerou improcedente a acusação do MP e absolveu também o acusado do pedido de indemnização civil de 5.000 euros que tinha sido formulado por Jardim.



O juiz citou jurisprudência do Tribunal Europeu dos Direitos do Homem (TEDH) na interpretação extensiva do direito constitucional de liberdade de expressão quando tal direito 'colide' com o também constitucional direito à honra, ao bom nome e à imagem.



E concluiu que a personalidade de Jardim não tinha sido atingida com a caricatura que visava criticar seus actos de “intolerância” e “incitamento `a violência”, com a sua recorrente linguagem "subliminarmente agressiva" contra os adversários políticos.

Neste processo Jardim foi condenado no pagamento da taxa de justiça (510 euros)."

29.11.2011 - 17:52 Por Tolentino de Nóbrega